Higienização

O manejo animal está diretamente ligado à prevenção da transmissão de doenças. Independentemente da capacidade letal de cada patógeno, estes sempre foram e continuam sendo os propulsores do medo no setor produtivo nacional e internacional. Dentro deste contexto, a biossegurança tem se tornado o foco de atenção da maioria dos produtores de animais e nas indústrias de alimentos.

O termo biossegurança se refere ao conjunto de programas e medidas delineadas com o objetivo fundamental de diminuir, de maneira significativa, a inevitável exposição dos animais a agentes infecciosos e predadores naturais.

O programa de higienização é parte integrante da biossegurança de uma granja e tem por objetivo reduzir os riscos de contaminação dos plantéis através do controle de patógenos sobre o ambiente de criação, o que irá reduzir o nível de ocorrência de doenças e irá permitir que o potencial genético dos animais se expresse de maneira plena.

Deve-se ressaltar também a necessidade de reduzir o número de patógenos de importância econômica e de saúde humana garantindo a segurança alimentar e a redução de gastos decorrentes do uso de medicações e perdas com animais doentes.

O termo higienização associa os processos de limpeza e de desinfecção das instalações. A higienização correta das instalações, associada ao vazio sanitário, é fundamental para minimizar os riscos de infecções e a quebra do ciclo de vida de determinados agentes infecciosos.

Produtos Relacionados: