07/02/2017

Desempenho externo das carnes na 1ª semana de fevereiro

Restritos aos três primeiros dias úteis do mês, os resultados das exportações de carnes ...

~

Restritos aos três primeiros dias úteis do mês, os resultados das exportações de carnes na semana inicial de fevereiro tendem a sofrer alguma diluição no decorrer do período. Mesmo assim são uma boa mostra do que deve ocorrer no segundo mês do ano – tradicionalmente, de exportações fracas, mas agora já sinalizando resultados bem acima das médias anteriores.

Caso, por exemplo, da receita cambial alcançada no período. Considerada a média diária desses três dias – US$69,166 milhões/dia – tem-se, por ora, não apenas o melhor resultado dos últimos treze meses, mas um dos melhores resultados de todos os tempos. E se ele se confirmar, significará aumento bem próximo de 30% tanto em relação a fevereiro do ano passado, quanto em comparação ao último janeiro.

Perspectivas igualmente promissoras se delineiam quando analisados os volumes embarcados. A carne suína tende a um volume mensal próximo das 68 mil toneladas, aumentando 24% no mês e cerca de 55% em um ano.

A carne de frango sinaliza volume em torno das 340 mil toneladas – cerca de 5% a mais que no mês anterior e 18% acima do que foi exportado em fevereiro de 2016.

Por enquanto, apenas a carne bovina sugere desempenho aquém dos registrados há um mês e há um ano. Pois seus embarques tendem a ficar abaixo das 75 mil toneladas, o que irá significar queda de 15% sobre janeiro/17% e de 25% sobre fevereiro de 2016.

 

Fonte: Avisite